As indústrias de setores agrícola estão investindo no desenvolvimento de tecnológicas e sustentáveis

As discussões em torno de temas como a preservação do meio e o uso consciente dos recursos naturais ganharam muito mais força nos últimos anos. Isso porque problemas como a falta de chuvas que a região Sudeste enfrentou recentemente têm relação direta com a degradação de nossos recursos naturais. Diante disso, notamos que a sociedade civil, setores público e privado estão cada vez mais engajados em reverter esse cenário e minimizar os impactos causados.
Um dos mercados que podemos destacar que trabalha constantemente para criar soluções capazes de contribuir com o meio ambiente é o mercado de equipamentos destinados aos setores agrícola, de jardinagem e florestal. As indústrias desse segmento investem no desenvolvimento de soluções que ajudem a aprimorar os processos e que sejam altamente tecnológicas e sustentáveis. Essa é uma necessidade do mercado e quem não se adaptar a esse novo cenário, certamente perderá oportunidades de negócios a longo prazo.

Atualmente, nesse setor, já existem produtos que permitem a realização de inúmeras atividades com desempenho muito superior aos modelos que existiam no passado, economizando energia, água, diminuindo a emissão de poluentes e ainda reutilizando detritos. Um dos exemplos que podemos destacar são os sopradores de folhas, que facilitam a limpeza de áreas externas, como jardins, galpões e até mesmo colheitadeiras e tratores, sem utilizar uma gota de água.

Pensando mais especificamente nos serviços de jardinagem, um dos equipamentos que foi aprimorado ao longo dos anos, é o cortador de grama, que já conta com funções que permitem a reciclagem do material cortado. A tecnologia TrioClip 3 em 1, por exemplo, é capaz de coletar, descartar ou reciclar a grama. A proposta é que a grama recolhida seja transformada em pequenos pedaços, que rapidamente se decompõem e retornam ao gramado como fertilizantes, ajudando a fortalecer a área verde. Isso mostra que um simples trabalho de aparar a grama pode se tornar em uma atitude sustentável.

Quando falamos em serviços maiores, como poda de galhos, confecção de cercados e corte de lenha para lareiras ou secadores de grãos, as motosserras são equipamentos que facilitam e agilizam a realização dessas tarefas. Para esses trabalhos já existem tecnologias, como a X-TORQ, que proporciona reduções de até 20% no consumo de combustível e de até 60% na emissão de poluentes. Esse é um sistema que também já está presente em roçadeiras, sopradores e podadores de galho. O objetivo é que esses equipamentos contribuam com o dia a dia do produtor rural, garantindo o aumento da produtividade e a redução de custos, e ainda contribua com o meio ambiente.

/** * The template for displaying the footer. * * Contains the closing of the id="main-core". * * @package ThinkUpThemes */ ?>